Este site surge como uma necessidade de congregação de informação relativa à problemática da adopção de animais domésticos.

Fazendo um paralelismo, o processo de adopção de crianças é conhecido por ser moroso e complexo, pois existem inúmeras pessoas sem capacidade para educar e criar. Já em relação aos animais, a problemática da capacidade para criar e educar é idêntica, existindo a agravante de o processo de adopção ser instantâneo.

A adopção de animais do ponto de vista legal não representa na realidade uma responsabilidade efectiva, sendo que habitualmente se verificam situações de negligência/má adopção.

As adopções mais graves são aquelas em que existe premeditação relativamente ao destino do animal, sendo considerados clássicos os exemplos abaixo:

  • Adopção premeditada de gatos pretos para sacrificios em rituais de bruxaria;
  • Adopção de cães para lutas ilegais;
  • Adopção de animais para posterior revenda. Têm apenas o lucro em mente, sendo que habitualmente privam os animais das suas necessidades básicas.

Estes são exemplos de situações graves, mas os maus adoptantes em sua grande maioria enquadram-se tipicamente no seguintes cenários:

  • Acumulação patológica de animais, habitualmente portadores de doença psiquiátrica. Deixam os animais procriar, chegando a co-habitar com várias dezenas;
  • Adopções de impulso e consequentes abandonos e/ou negligência dos inúmeros aspectos da vida do animal;
  • Adopções pouco empáticas e/ou ignorantes, agressões, violações, encarceramento, etc.
Registar